okz

Keep Online e Carry On – Parte I

Por Fernanda de Aguiar

A cultura digital e o conhecimento: necessidade, busca e solução

Necessidade como origem da evolução das tecnologias

Muitas são as razões pelas quais nos completamos através de papéis sociais, mas em suma sabemos que acabamos usando profissões e outros meios de atuação social na busca de uma direção: a simples, porém única, sensação de sermos úteis através de nossa existência.

O senso comum sobre o atual contexto social tecnológico é claro. Os conflitos com um suposto ‘novo padrão de comportamento’ são narrados diariamente seguindo das acusações: exibicionismo, falta de senso, banalização, competição, superexposição…

Inserimos nossas ações e conquistas dentro de um contexto social porque nos permite trocar experiências na tentativa de aprender e ensinar: quem sabe assim até ‘ampliamos’ essa existência. Para isso o indivíduo encontra como necessidade a comunicação: uma chance de conectar-se aos outros.

 Necessidades básicas, soluções contemporâneas

Sempre que inicia-se uma discussão sobre os atuais personagens de nosso cenário social, há quem defenda ‘a tecnologia’ e quem diga preferir seus cadernos, anotações e conversas longas ao telefone. Mas será mesmo que se trata de uma disputa entre plataformas a direção em que as tecnologias de comunicação estão avançando?

Afinal, o que é novo no mundo ‘hipermoderno’ em que as pessoas vivem: as suas necessidades em relação a sociedade e suas instituições ou a forma como apropriam-se das soluções encontradas?

Outros posts da série

Fernanda de Aguiar

Fernanda de Aguiar

No momento atuando em conteúdo na CORDe Curitiba e sem as aulas de Design na UTFPR.

Conteúdo relacionado

Comentários