Murder

Por Wagner Regis

Nesse monólogo, sobre o assassinato que aconteceu durante uma excêntrica experiência de clonagem humana, acompanhamos a história de William Cooper até chegar naquele momento em que se encontra, em frente a máquina.

Em “Murder” o estilo lembrando muito uma graphic novel, acho que foi o principal ponto a ser observado, assim como a paleta de cores limitada, contrastando com as sombras intensas. E não apenas isso, o detalhe de ter o áudio em francês, saíndo do mainstream que estamos acostumados, com produções do norte do continente americano, e também por ser um trabalho de estudantes que conseguiram dar esse belo ar de ilustração em movimento. Mas animação não é isso? Sim! E de certo modo me lembrou muito (o fantástico) “Irreversível”.

O curta produzido por Yang Tzu Ting, como projeto de graduação na National Taiwan University of Arts Multimedia and Animation Arts, é resultado de um belo trabalho combinando sua estética a esse roteiro emocionante. Ao final você fica com aquela pulga atrás da orelha para querer assistir de novo, e com outros olhos.

Wagner Regis

Wagner Regis

Designer Gráfico por formação e Pós-Graduado em Jogos Digitais (UP). É co-fundador do estúdio de animação "Make Toons", professor na Universidade Positivo, e feliz por gostar do que faz.

Conteúdo relacionado

Comentários