one

Um novo design para o dólar

Por Rob Batista

Neste post eu trago um projeto de 2009/10 (daqueles old but gold), mas que sei que muita gente nunca ouviu falar. É o Dollar ReDe$ign Project, um projeto do designer/consultor de marketing Richard P. Smith, que pretendia, em suas próprias palavras, além de atualizar a “marca” da moeda americana, recuperar a confiança financeira e revitalizar a decadente economia dos EUA. A idéia é que várias pessoas enviassem suas propostas para o dólar, pensando como ele seria no futuro, e apresentar múltiplas alternativas de design para a moeda.

Primeiro é importante perceber que em nenhum de seus blogs ou websites ele tenta aliar o projeto a outros esforços de maneira articulada, ou seja, é apenas um projeto de design (ou da “cara” da moeda, precisamente). Dizer que apenas transformando a cara do dólar ele pode (como afirmou enfaticamente) recuperar a economia ou a autoestima dos americanos com relação a ela é desconsiderar a necessidade de trabalhar o design de maneira conjunta com outras áreas. Sim, acredito que o design pode muito, mas ele não é um deus vivendo sozinho no Olimpo e, para ter efetividade, precisa saber conversar com outros atores. Pensar nisso já nos faz duvidar do propósito anunciado no projeto, mas mesmo assim ele continua interessante e vale a pena revê-lo.

Vou apresentar abaixo as propostas que mais chamaram minha atenção.

Keep Searching [Elvin Wong]

O criador dessa proposta queria transmitir a ideia de que o dinheiro, por fazer parte insubstituível da vida das pessoas, deveria lembrá-las de perseguir os seus objetivos. Gostei dessa proposta porque seu criador teve a preocupação de dispor as informações de maneira clara, ao contrário de muitas enviadas, além de imprimir temas positivos e mais atuais do que da moeda real. Minha única intriga é que ela se parece bastante com outra que gostei mais ainda.

Fantastic [Hoyt Haffelder]

O que mais gostei nessa proposta é que ela é uma das que repensam o formato da moeda, nesse caso a apresentando em formato de cartão.

 

Iconic But Modern [Catherine Dickens Kirkpatrick]

Aqui a criadora resgata os grandes presidentes dos EUA e traz também alguns adereços que lembram o atual design, mas consegue fazer com que a proposta seja muito mais moderna.

Sem título [Natasha Alcântara]

Essa é, na minha opinião, umas das melhores, senão a melhor, proposta. A começar pela ausência de muito detalhe, o projeto é bastante simples, sem excesso de informação. Além disso, ao invés de colocar notáveis da história americana, coloca personagens já conhecidos como referências. Não digo que seria apropriado para uma moeda real, mas que ficou bem legal, isso é verdade. Se eu fosse o responsável por escolher o novo design do dólar, com certeza seria esse. Infelizmente, a galeria não apresenta mais notas, apenas essas duas.

Relative Value [Dowling Duncan]

Essa foi a proposta aclamada por muita gente como a melhor. Ela foi desenvolvida pelo estúdio Dowling Duncan, com sede nos EUA e Reino Unido. Umas das coisas mais interessantes é que aqui há uma preocupação em como as pessoas utilizam e manuseiam as notas, por isso decidiram deixá-las em orientação vertical, além de mudar o tamanho de acordo com o valor.

 

Essas foram as propostas que mais gostei, mas clicando nesse link você pode conferir todas as outras. E você, se tivesse que projetar um novo design para o Real, como ele seria?

Rob Batista

Rob Batista

Rob Batista, aka Robin Hood, é paulista e estudante de Design Digital pela Universidade Anhembi Morumbi. Se encontra (e se perde) em Artes Visuais, Antropologia, Filosofia, Ficção Científica, entre outras coisas, e vê no design o poder de (des)construir o mundo. Suas pesquisas, observações e toda a bobagem que fala são muito menos o desejo de explicar e muito mais a tentativa de entender.

Conteúdo relacionado

Comentários