2

Entre ingênuo, malévolo e doce

Por Sany Alice

Um trecho do meu conto predileto (Suave é a noite, de Ricardo Piglia), define com perfeição as faces criadas pela jovem ilustradora canadense que é o assunto do post de hoje: “…com seu ar entre ingênuo, e malévolo, e doce, com aquele rosto que de repente amolece e parece que desmorona.” A responsável por materializar essa passagem em grande parte dos seus trabalhos é Catherine Hennessey, uma estudante de arte de apenas 18 anos e um estilo tão particular que é capaz de deixar muito ilustrador experiente boquiaberto.

Suas ilustrações são tão perturbadoras quanto belas. Seu trabalho não conta com linhas firmes e traços definidos. Pelo contrário: Catherine cria – em aquarela – com pinceladas coloridas sobrepostas que se confundem e misturam, imagens suaves, melancólicas e, muitas vezes, sombrias.

In Tune

In Tune III

Pollution

A poluição visual causada pela maneira que Catherine administra essa enorme quantidade de manchas distintas e disformes – transformando-as em partes de uma única forma – é responsável por um efeito ao mesmo tempo forte, sutil e delicado. São olhos que saem do papel para encarar o espectador gozando de um tom que varia entre a tristeza e o desafio.

Lead

Photosensitivity

O portfolio da artista conta com uma maioria de ilustrações de olhos e rostos, por vezes mesclados a elementos da natureza, como flores, insetos ou animais.

Martha

Vague

Commission

A quem interessar possa, é possível ver todo o cuidado de Catherine com os detalhes de um lindo par de olhos nesse vídeo. Ela também disponibiliza seu trabalho para apreciação no tumblrdeviantart e também no facebook.

Sany Alice

Sany Alice

Sany Alice cursa o 8º período de Design na UTFPR. Gosta de Cazuza, sorvete e de coisas bonitas, seja lá o que isso signifique.

Conteúdo relacionado

Comentários