Qasir_1080_02

Qasir Al-Wasat

Por Thiago Grossmann

Acho que todo mundo já está familiarizado com o conceito de Indie games, outro dia nos aprofundamos mais nisso, mas basicamente são jogos criados de maneira independentes, sem grandes recursos financeiros. Eles sempre existiram, mas hoje com a facilidade de divulgação e o maior alcance de publico alvo (através da internet, PSN, XBox Live etc…) eles realmente estão em alta.

Tendo essa minima introdução, venho aqui falar de uma produção Brasileira e Curitibana de qualidade: Qasir Al-Wasat – A night in between é um jogo produzido pelo estúdio Aduge de aventura e espionagem, onde você controla um assassino Invisível, que pode ser ouvido, ou ainda, se sujar com o sangue das vítmas tornando-se assim visível. O grande forte do game é a investigação e a atmosfera.

A estética principal do gameplay é a tensão entre ação e investigação. O palácio é cheio de segredos, uma rica história, armadilhas terríveis e um tesouro antigo que é maravilhoso demais para ser ignorado. O jogo empresa muito da mitologia e folclore medieval árabe e persa para criar seu tom e clima, sendo uma espécie de interpretação brasileira em video-game de um poema das Mil e Uma Noites.

Tendo terminado o DEMO posso dizer que o jogo é bem impressionante, a historia vai lhe chamando a atenção, os dialógos são ótimas, o sistema de stealth é bem legal. Uma das coisas que mais chama atenção é o design sonoro do jogo, a movimentação dos “inimigos” gera notas musicais que os caracterizam, junto com os outros elementos cria um ótimo clima de suspense.

O cenário e um "inimigo"

Referência a constelações e a mitologia

O protagonista, quando visto

Somando a tudo isso ainda temos os puzzles, nada muito complicado, mas acrescentam no visual e na jogabilidade.

Puzzle

Puzzle

Bom, não é a toa que o jogo já está entre os finalistas do International Festival of Independent Games, é o unico jogo brasileiro indicado nessa edição. Joguem, porque Qasir realmente vale a pena.

O jogo ainda está em pré venda aqui e ao que tudo indica será lançado logo logo. Apoiando projetos como esse a possibilidade de novos jogos só aumenta, e além disso mostramos o valor do Brasil no cenário de games, indie games.

 

Thiago Grossmann

Thiago Grossmann

Estudante de Design Gráfico na UTFPR, membro fundador da Cliche. Nerd, inconformado, reclamão e um tanto quanto ranzinza.

Conteúdo relacionado

Comentários