CAPA

Celso Lima

Por Bruna Bonifacio

O texto de hoje é sobre Celso Lima, seus estudos, produções e cursos em Design de Superfície e Estamparia Manual.

Celso é artista plástico, ilustrador e designer autodidata. Sua carreira na área têxtil se iniciou nos anos 90, quando ele começou a pesquisar sobre fibras naturais e pigmentos têxteis, Celso viajou para vários países buscando conhecimento em técnicas de estamparia manual e artesanal, aquelas que foram passadas de pai para filho.

Estampas no site de Celso

Estampas no site de Celso

Estampas de Celso Lima

Estampas de Celso Lima

Estampas Celso Lima

Estampas Celso Lima

A história da estamparia é contada através de centenas de processos criados pelo homem, com tecnologias e cânones próprios, por milhares de anos desde o final do período Neolítico e o surgimento dos primeiros teares. Todas essas técnicas encontraram meios de difusão, à partir do continente africano e por toda a Europa e Ásia, dentre um convívio cotidiano entre artesãos e aprendizes. De transmissão oral, esses conhecimentos e tecnologias sobreviveram e se aperfeiçoaram durante milênios, transpondo percalços como guerras, conquistas e pestes. Hoje encontra um inimigo muito mais poderoso e absoluto: o extermínio. Culturas inteiras, principalmente na África, vêm sendo exterminadas pela violência, doença e omissão, muitas vezes de seus próximos. Entenda-se que um povo não precisa necessáriamente desaparecer para ter sua cultura destruída, e nossas nações indígenas ilustram bem esse processo de descaracterização e perda de sua identidade e aparelho cultural.

– Celso Lima

Estampas da Vlisco

Estampas da Vlisco

Estampas da Vlisco

Estampas da Vlisco

Em 2007, iniciou seu site, no qual conta o que aprendeu sobre Estamparia e Tingimento Manual de origens africana e asiática, mostra seus trabalhos, os trabalhos de seus alunos/aprendizes, como também de designers e marcas que admira, além de divulgar seus cursos.

Nesses últimos anos tem sido parte do meu trabalho a pesquisa e recuperação das técnicas ancestrais africanas e asiáticas de estamparia têxtil, e por consequência a transmissão desse conhecimento para aprendizes. A riqueza dos processos e a beleza dos resultados surpreende e fascina, num mundo que está se esquecendo de todas as letras ensinadas, e dessa maneira apagando uma à uma todas as suas luzes.

– Celso Lima

Trabalhos de aprendizes de Celso Lima

Trabalhos de aprendizes de Celso Lima

Celso observou e aprendeu técnicas de tinturaria africana e asiática como o batik balinês, o batik javanês, tie-dye e shibori, ele as aplica em seda, linho e algodão, e assim, produz tecidos utilizados principalmente em Design de Interiores.

As peças são feitas uma a uma; todo o tecido é feito à mão. Muitas das técnicas que uso estão em extinção, mesmo na África e no Japão porque ninguém mais quer fazer. A população autóctone que realizava este trabalho, por questões econômicas e do momento do mundo, pelas demandas, está fazendo outras coisas. E essas técnicas acabam ficando na mão de artesãos, artistas plásticos.

– Celso Lima

Numa época em que as pessoas e o mercado estão saturados de criações vetorizadas, computadorizadas, que às vezes nem passam pela etapa do desenho à mão, é muito importante e interessante que voltemos às origens de todo o processo de estamparia. Conhecer como as peças eram feitas, observar a destreza e incrível habilidade dos artistas que as faziam, a riqueza de detalhes das matrizes, cores e composições, isso tudo é uma aula.

Ok, mesmo que você não vá utilizar no seu dia-a-dia de trabalho, por falta de tempo, habilidade, material, o que for, é inspirador saber mais sobre o passado. E sempre que possível dar uma visitada e experimentada. As técnicas de carimbo e tingimento podem facilmente ser utilizadas no processo de criação de motivos e módulos, e depois, se necessária por questão de produção digital e sublimação, ser scanneada e transformada em .ai ou .jpg.

Se interessou? Então, fique esperto porque o Celso ministra diversos cursos.

Cursos no SESC Pompéia

Lembram que ano passado eu falei sobre o SESC Pompéia e seus cursos? Então, eles acontecem semestralmente e são bem concorridos, o Estamparia: Adire – índigo Yorubá já está esgotado, por exemplo. Mas calma, que além dele, acontecem alguns outros. Eu nunca os fiz, por incapacidade geográfica mesmo, porém, já visitei a estrutura dos ateliês, vi imagens dos resultados finais dos alunos, amo o Sesc Pompéia de paixão, os preços são bem acessíveis e os professores são ótimos profissionais.

Fotografia do Ateliê do Sesc Pompéia

Fotografia do Ateliê do Sesc Pompéia

O Block Printed – Estampa Padronada, que aborda a antiga e tradicional técnica do carimbo de madeira (originária da Índia) para criar uma estampa corrida em tecidos por repetição da matriz, acontecerá às quintas-feiras, no período da manhã e será ministrado por Celso Lima e Augusto Sampaio.

Exemplo de Block Printed

Exemplo de Block Printed

Exemplo de Block Printed

Exemplo de Block Printed

Exemplo de Block Printed

Exemplo de Block Printed

*Para saber mais sobre Block Printing acesse seu site.

 

O Criação e Produção de Estampas para Padronagem ministrado por Celso Lima, acontecerá às terças-feiras pela manhã, e propõe:

A criação de desenho de estampa com referências clássicas, estudo de rapport e aplicação sobre superfície com serigrafia artesanal. Designers importantes do pattern terão seus trabalhos estudados, oferecendo aos alunos uma abordagem mais profunda do desenho de estampa padronada.

– Sesc Pompeia

Além dos cursos do Celso, essa semana aconteceu a divulgação de vários cursos muuuito legais oferecidos pela Stampa Studio, com profissionais super qualificados, são eles: Cristina Fujikawa, Daniela Brum, Eduardo Longo, Lula Rocha, Patrícia Capella e Wagner Campelo.

Referências

Bruna Bonifacio

Bruna Bonifacio

Sou Paulista, estou Curitibana. Formada em Design pela UTFPR. Completamente apaixonada por Design de Superfície (de todo tipo). Pesquiso estamparia, texturas, arte contemporânea, arte urbana e afins, sob o ponto de vista do Design de Superfície.

Conteúdo relacionado

Comentários