capa

Sociedade B

Por Raphael T. Inoue

Sabe aquela dificuldade de acordar cedo de manhã ou aquela dificuldade em desenvolver o seu estudo / trabalho nas primeiras horas do dia?! Quantas vezes você já foi chamado de preguiçoso ou chamou alguém de preguiçoso por esta situação?! Saiba que isto pode não ser preguiça!

Sociedade B

Para defender estas pessoas, que possuem ritmos biológicos diferentes, foi criada a Sociedade B (B-Samfundet) na Dinamarca, em meados do ano de 2012. Esta sociedade é baseada em pesquisas científicas que dizem que cada indivíduo tem um rtimo biológico próprio, determinado de maneira genética.

As Pessoas B são mais produtivas ao final do dia e possuem dificuldades de acordar de manhã cedo, ao contrário das Pessoas A que são mais produtivas logo pela manhã. O foco de todo esse manifesto da Sociedade B é o melhor rendimento das pessoas e tudo isso se encaixa na discussão de uma sociedade com mais horários flexíveis tendo mais equilíbrio entre trabalho e lazer, ou seja, proporcionando mais qualidade da vida às pessoas.

Este mês, na Suécia, uma escola da cidade de Gotemburgo começará a ofertar horários de estudo entre às 20h e às 08h para facilitar a vida destas pessoas. Ou seja, o principal objetivo do manifesto é fazer com que sejam respeitadas as diferenças de padrões nos ritmos biológicos das pessoas (comprovadas pela ciência). E esse respeito é válido e pensado em favor dos cidadãos, pois promoverá rotinas alternativas que serão válidas para empresas, escolas, faculdades, organizações e trabalhos.

A Escola Vasa Lärcentrum é uma das primeiras a adotar o manifesto da Sociedade B

A Escola Vasa Lärcentrum é uma das primeiras a adotar o manifesto da Sociedade B

Diferenças entre Sociedade Atual e B

SOCIEDADE ATUAL

Escola

Estudos apontam que 80% das pessoas entre 10 e 20 anos são Pessoas B. Sendo assim, por que as aulas iniciam antes das 08h00min?! Este horário afeta o desempenho e rendimento dos alunos, fazendo com que estes índices sejam baixos, além da qualidade de vida ser pior também.

Trabalho
A maioria das empresas determinam que os horários de trabalho de seus funcionários tenha início de manhã e término ao final da tarde. E por que a sociedade é limitada a seguir isso?! O resultado destas “regras” é o congestionamento no trânsito, o stress acumulado ao longo do dia e a baixa produtividade no caso das Pessoas B.

Vida
Os horários determinados pela sociedade que fazem com que, tanto trabalho como escola, funcionem de manhã até o final da tarde, “obriga” as Pessoas B a buscarem formas de adaptação a estes novos horários que não são padrões em suas vidas. Assim, elas precisam tomar mais estimulantes, cafés, açúcar para poder acompanhar o horário e isso pode trazer problemas à saúde.

SOCIEDADE B

Escola
A Sociedade B trabalha para conseguir que as instituições (empresas, escolas, faculdades, organizações e trabalhos) ofereçam diferentes horários para atender à toda a população com seus distintos ritmos biológicos. O manifesto justifica que as escolas que tivessem aulas com início mais tarde, teriam como resultado alunos com melhores desempenhos / rendimentos e qualidade de vida.

Trabalho
A Sociedade B trabalha para a criação de horários mais flexíveis, onde os turnos de trabalho seriam pensados para o melhor aproveitamento dos funcionários. Ou seja, haveria uma mescla de Pessoas A com Pessoas B, onde elas trabalhariam em turnos de maior rendimento próprio.

Vida
A Sociedade B trabalha com a intenção de obter uma sociedade mais organizada de forma que todas as pessoas com seus diferentes ritmos possam se encaixar sem problemas.

E o que tudo isso tem a ver com design?!

Talvez nada?! Talvez tudo?! Tire suas próprias conclusões debatendo com seus colegas de profissão. Não é possível afirmar nada com certeza absoluta, mas é possível fazer uma previsão de que se fosse realizada uma pesquisa, mais de 80% dos designers considerariam-se como Pessoas B.

A maioria dos profissionais desta área (e acadêmicos também) possuem maior produtividade e rendimento no período da noite / madrugada. Não à toa, viramos noites para terminarmos aquele trabalho da faculdade ou aquele freelance.

Já parou para pensar que se as agências / escritórios tivessem horários mais flexíveis de trabalho, o rendimento de seus funcionários poderia ser muito melhor e satisfatório?! Não estou aqui para condenar nenhuma política trabalhista existente hoje, assim como o manifesto da Sociedade B não tem essa intenção. O manifesto quer abrir a mente da população para esta questão!

Por que temos que correr ao mesmo tempo para pegar as crianças na escola antes que elas fechem? Por que tudo tem que funcionar nos mesmos ritmos e horários, se isso causa problemas gigantescos na infra-estrutura da sociedade?

E lembre-se que se és uma Pessoa B, é preciso estar ciente da importância de organizar o seu dia, já que pequenas mudanças podem aumentar a sua qualidade de vida. E, por enquanto, fazer com que você se adeque aos padrões da sociedade atual. Quem sabe se o exemplo da escola sueca der certo, não tenhamos algo parecido por aqui?!

E você, caro leitor?! És uma Pessoa A ou uma Pessoa B?! É contra ou a favor desse manifesto?!

Referências

Raphael T. Inoue

Raphael T. Inoue

Gestor da Revista Cliche e graduado em Design Gráfico pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, atualmente navega nos mares relacionados a Empreendedorismo, Fotografia e Gestão.

Conteúdo relacionado

Comentários