coro

E NA PRÁTICA? DESIGN SONORO

Por Luanna Abreu

No texto introdutório falei um pouco sobre que era o design sonoro. Geralmente temos em mente de que ele só é usado em filmes, alguns curta-metragens, mas em métodos práticos ele é muito usado também em games e na  música.

Vamos começar falando de um jogo famoso que agrada muitas pessoas: Battlefield.

A equipe de designers sonoros do jogo Battlefield: Bad Company, que liderada pelo diretor de áudio Stefan Strandberg, levou um grupo de pessoas para experimentar os sons de uma batalha durante um exercício militar. Essas experiencias próximas ao realismo fazem com que o jogo se torne cada vez mais avançado e realista.

A Gameinformer postou um vídeo com uma entrevista feita com Stefan Strandberg, o principal diretor de áudio do Battlefield 3. Ele afirma como a equipe foi para um campo de treino gravar e ter uma real noção de como funciona um campo de batalha de verdade. Eles não trabalharam apenas nos efeitos sonoros, mas acabaram ajudando o leitor a perceber de onde os sons estão vindo e isso é muito importante para manter o Battlefield  a frente de outros jogos.

Confira o link e vídeo da matéria

Aqui em Curitiba, o design sonoro é usado também no Coro da UFPR, a disposição de cada cantor no palco e com cantores em meio a platéia, faz com que o deslocamento das ondas sonoras e o som resultante seja uma experiência única pra quem está ouvindo.

Cada tipo vocal se localiza em diferentes espaços no lugar onde o concerto é apresentado. O estudo da técnica vocal ensinada faz com que o cantor aprenda a usar ressonadores presentes no corpo inteiro, proporcionando assim um som mais rico e presente em cada apresentação.

Luanna Abreu

Luanna Abreu

Acadêmica de Bacharelado em Design na UTFPR, Bolsista de Iniciação Científica no PET (Programa de Educação Tutorial), Mezzo-Soprano no Coro da UFPR. Completamente apaixonada por música erudita e arte!

Conteúdo relacionado

Comentários