header

AudioOrb

Por Mauro Adriano Müller

Ouvir uma boa música nos faz sentir leves e pode nos livrar de pensamentos ruins – muitas vezes, escutar aquela música que você tanto gosta pode aliviar o estresse e acabar salvando seu dia, e o AudioOrb foi projetado para aumentar esses sentimentos. A bolha transparente de seis metros de diâmetro criada pelos estúdios de design ST e PJADAD, é preenchida por alto-falantes e uma série de travesseiros da marca Tempur, que se adaptam ao formato do seu corpo e foram projetados para fazer você se sentir como se estivesse flutuando.

“O primeiro e único alto-falante em que você pode entrar. Nunca solidão soou tão bem.”

20131217233746-Screen_Shot_2013-12-18_at_07.57.55

20131217233833-Screen_Shot_2013-12-18_at_08.38.14

O AudioOrb é na verdade um “redesign” do projeto anterior do Studio Total, o Micasa Cocoon. Seu objetivo era ser uma peça de mobiliário  criada para se tornar um pequeno mundo separado, ou “um quarto dentro de um quarto”. Embora não seja um lugar para viver em tempo integral, é um lugar onde você pode relaxar e descontrair (e até mesmo cozinhar) sem se sentir separado do mundo.

Cocoon-2

Cocoon-3a

Cocoon-3b

Cocoon-3

Micasa Cocoon

Só que ao contrário do Micasa Cocoon, criado com o simples objetivo de servir como refúgio, de ser uma câmara de isolamento, onde você pode escapar para a paz e tranquilidade, no AudioOrb você foge para um espaço para aproveitar o som, a música que você quiser. Aproveitando-se de seu formato esférico, ideal para bloquear os sons e ruídos do mundo exterior, o AudioOrb possui 18 alto-falantes na parte inferior de sua esfera, que são posicionados de modo que, quando a música está tocando, as ondas de áudio reverberem-se nas laterais de plástico da esfera, aproveitando ao máximo o som produzido.

A equipe do Studio Total (ST) não é inexperiente no que diz repesito à criar poderosos equipamento de áudio. O laboratório criativo escandinavo é responsável pelo projeto do Wall of Sound, um dock para iPhone de 392 quilos e que tem o tamanho de um pônei. O aparelho é capaz de reproduzir surpreendentes 8.000 watts de música (pode-se espalhar som para um estádio de futebol inteiro com essa potência).

presspic3

20131105214055-gogo2

Apesar de serem esteticamente diferentes, o AudioOrb e o Wall of Sound compartilham do mesmo objetivo: englobar totalmente o ouvinte em áudio. Mas, enquanto o Wall of Sound é imersivo e envolvente, da mesma forma que uma explosão nuclear poderia ser, o AudioOrb é mais gracioso: “um aquário de vidro em que se entra para submergir na música.”

O problema desses produtos é o seu preço: o Wall of Sound é vendido por US$ 6.900,00, e o AudioOrb é ainda mais exclusivo: apenas dois serão construídos, e cada um vai custar US$ 15.000.

 

Referências

Mauro Adriano Müller

Mauro Adriano Müller

Gaúcho, 24 anos, estudante de Design na Universidade Feevale/RS. Acredita que o Design pode (e deve) mudar o pensamento das pessoas sobre o mundo e sobre as muitas coisas que existem nele.

Conteúdo relacionado

Comentários