O escritório Verde e o Ecotrailler apresentados durante o uso da mídia interativa.

Produto, animação e interatividade!

Por Rodrigo Janz

Ao tratar o Design como maneira de pensar (thinking), ao invés de uma aplicação de competências específicas como produto, gráfico, web, motion, etc, nota-se que o maior potencial dos criativos está em conectar soluções ao invés de moldá-las.

Aqui neste post, compartilhamos os resultados do nosso trabalho de conclusão de curso de Design pela Universidade Tencológica Federal do Paraná, que obteve conceito máximo e transformou nossa maneira de ver e abordar problemas.

Nós (Diego e Rodrigo), possuímos uma postura semelhante perante o desenvolvimento de projetos. No entanto, temos expressivas divergências no foco profissional.

Diego é designer de elevadores Premium e Rodrigo, Motion Designer.

No princípio, passamos por uma turbulenta fase para encontrar o mínimo múltiplo comum entre nossos interesses para desenvolver um projeto de trabalho de conclusão de curso juntos. Fomos obrigados a descobrir e explorar pontos fortes e fracos de cada um. Só foi possível pois optamos por trabalhar com um projeto de aplicação real, assim tivemos um “norte” conciso que não poderia ser moldado conforme nossa comodidade.

A problemática do projeto era real, precisava de uma solução. Nosso desafio foi criá-la.

As entidades de pesquisa e educação ambiental, Escritório Verde (EV) e Ecotrailler (ET), uniram-se em um projeto a fim de levar o conteúdo sobre tecnologias sustentáveis (fomentado pelo Escritório Verde), à comunidade externa, que não tem fácil acesso à universidade. No entanto, nesse processo do trailler realizar ações educacionais em campo, notou-se deficiências na abordagem das entidades ao público alvo. Por toda sua complexidade, a aliança EV e ET precisava de uma maneira interessante, criativa, convidativa, tecnológica, rápida e impactante de se apresentar às pessoas das comunidades que visitava.

O Stand do Escritório Verde antes do projeto.

O resultado foi o desenvolvimento de uma animação interativa para ser projetada em uma CAVE de baixo custo. Ou seja, cabine de imersão virtual, onde os usuários são isolados do ambiente externo e induzidos a focar no conteúdo.

Ilustração de vista superior da mídia interativa acoplada ao Trailler.

Para explicar o projeto de uma maneira resumida, produzimos um vídeo de Making of. Divirtam-se:

A animação pode ser conferida no vídeo abaixo:

A complexidade do projeto desenvolvido foi muito além do necessário para a obtenção de grau em Bacharel. No entanto, o desafio foi a força motriz,  alimentou nossa ânsia pelo sucesso e nos guiou até a conclusão.

Um quadro da animação ironizando a destruição da mata atlântica.

Momento da animação em que os usuários se tornam personagens da narrativa.

Ao fim, constatamos que o maior valor do projeto está em seu caráter holístico; um sistema que conecta variáveis pertencentes a estudos e criações de diferentes disciplinas, que apenas interagindo entre si, fizeram-se válidas.  A “instalação de mídia interativa” só pode existir devido a união entre todas suas partes; a cabine, mídia interativa, Ecotrailler, Escritório Verde, pátios de exposições, público-alvo e os outros elementos. Obteve-se como resultado um projeto não-convencional e bem desafiador.

Após a conclusão, o projeto foi entregue ao escritório verde e ao Ecotrailler para ser utilizado como apresentação em qualquer ação de campo que realizarem.

 

Rodrigo Janz

Rodrigo Janz

Formado pela UTFPR. É coordenador de Computação Gráfica da Mindset Films. Participa em paralelo da produção de animações como diretor de arte, fotografia e artista 3D. Se sobrar um tempo, você o encontrá numa bike ou nas montanhas.

Conteúdo relacionado

Comentários