9basso-e-brooke-turning-leaf-01

Basso & Brooke

Por Bruna Bonifacio

O design de supefície aceita designers de diversas áreas pois trabalha com superfícies e processos múltiplos.Hoje vou falar mais sobre a estamparia digital.

O desenvolvimento de uma linguagem gráfica única aplicada a uma superfície pode estar e está no projeto de vários profissionais, o foco na superfície têxtil foi a escolha de Bruno Basso.
Designer gráfico brasileiro, ele é o Basso da Basso & Brooke, marca premiadíssima e pioneira na produção digital na moda.

London Fashion Week 2012

A marca Basso & Brooke existe desde 2004, com sede em Londres, onde Bruno Basso fazia um curso de sinestesia (estudo dos sentidos) e Christopher Brooke trabalhava com produção de imagem para artistas (como a cantora Joss Stone), a dupla se conheceu e juntos criaram a marca que aposta em estamparias marcantes.

Eles fazem parte da lista anual da Vogue, e ganharam o prêmio de Melhores Novos Designers no Elle Style Awards. Tiveram boa repercussão com o figurino para o show da Ivete Sangalo em Nova York e repercussão maior ainda quando Michelle Obama usou uma de suas peças, mas o mais legal é o pioneirismo no processo de produção, reconhecido pelo Metropolitan Museum of Costume Institute, o qual arquivou a primeira peça impressa digitalmente em sua coleção permanente.

 O processo de estamparia digital tem seu início nos anos 80, seu desenvolvimento foi avançando junto com a tecnologia. Ele consiste em transferir imagens do computador diretamente para o tecido, permitindo criações ilimitadas.

Através da estamparia digital pode-se criar números infinitos de cores por desenho, imagens com meio tom, imagens fotográficas, imagens híbridas com mistura de texturas, camadas com informações diversas, fotocolagens, criar a impressão de profundidade, sobreposições, ou o que mais seu criador conseguir projetar.

A estamparia digital mantém 100% o que foi projetado no desenho original, o processo tem a mesma velocidade de execução que tem a impressão comum de uma arte em papel. O arquivo somente precisa estar fechado e em alta resolução (300 dpi) na escala final.

A Basso & Brooke utiliza-se de todos esses recursos disponíveis e cria estampas digitais multicoloridas com diversas camadas, com misturas de folhas e flores com outros desenhos e substratos, formas geométricas, texturas de tecidos obtidas através de fotografias, e tantos outros. Tudo isso faz parte da criação cotidiana da marca com foco no público feminino mais ousado e exótico.

Field Candy

Eles já criaram e produziram para Converse, Coca-Cola, Swarovski, L’Oreal Paris, Mac, Red Bull, Habitat, Graham & Brown, e outras marcas de renome internacional. Alguns desses projetos em parceria estimularam o conhecimento da dupla em outras áreas, e mostraram a versatilidade na criação para outras superfícies além da têxtil com foco em vestuário.

Exemplos disso são os projetos para a Coca-Cola (superfícies das garrafas plásticas), para a Turning Leaf (superfícies das garrafas de vidro, malas e outros), para a FieldCandy (superfície da tenda) e para a Cambridge Satchel (superfície das bolsas).

Além disso eles demonstraram seu interesse por explorar a superfície de maneira criativa através de seus colaboradores, como Stephen Jones, que trabalhou junto com eles em diversos desfiles e eventos (como o show da Ivete Sangalo), criando os acessórios.

London Fashion Week 2012

London Fashion Week 2012

London Fashion Week 2012

Inspire-se e procure saber mais:
http://www.bassoandbrooke.com/

Bruna Bonifacio

Bruna Bonifacio

Sou Paulista, estou Curitibana. Formada em Design pela UTFPR. Completamente apaixonada por Design de Superfície (de todo tipo). Pesquiso estamparia, texturas, arte contemporânea, arte urbana e afins, sob o ponto de vista do Design de Superfície.

Conteúdo relacionado

Comentários