entrevista_yuri_quarta_feira_de_cinzas_f_003-620x310

Yuri

Por Fernando Henrique

Yuri é um publicitário que, cansado da vida, atira-se de seu apartamento do décimo andar. Morre e é enterrado, mas inexplicavelmente volta ao mundo dos vivos, 24 horas depois, em plena segunda-feira de carnaval.Para retornar ao além ele conta com o auxílio de um ladrão de carros gay.

Esse é o enredo do quadrinho que foi elaborado com a simplicidade e a elegância do preto e branco.

No prefácio, assinado por Allan Sieber, o seguinte comentário dá uma idéia do que nos espera: “O desenho do Dog é uma ode ao estilo minimalista de se fazer quadrinhos, sem frescuras e enganações baixas. Não tem gordura e nem falta nada. É simplesmente preciso, no seu preto e branco cru. E ele não usa as horrendas fontes de computador para escrever nos seus balões. Comigo isso vale ponto extras.

Outra característica interessante do quadrinho é o balão desenhado de forma trêmula para as falas do morto-vivo o que dá a sensação de uma voz espectral.

Como estamos em clima de carnaval e os zumbis estão na moda, a HQ Yuri – Quarta-feira de cinzas, do estreante Daniel Og (Dog), lançada pela editora Conrad, é uma divertida história sobre a vida – ou a morte.

Curtiu? Segue o link o a loja mais barata que achamos aqui

Também indica alguma HQ para o carnaval?

Fernando Henrique

Fernando Henrique

Fernando é estudante de Design Gráfico na UTFPR.

Conteúdo relacionado

Comentários