capa01

Design Instrucional

Por Maia Amanda

Design Instrucional é conhecido como um processo de planejamento, desenvolvimento e aplicação de métodos e atividades de ensino que visam a aprendizagem humana de procedimentos. Ele se dedica a estudar princípios conhecidos e compreendidos pela maioria das pessoas e aplicá-los em situações de necessidade informacional. Em resumo, o Design Instrucional caracteriza-se por ser aquele projeto que envolve estudos aprofundados de Design da Informação para a idealização de Instruções Visuais que facilitem o uso/manuseio de algum produto.

Design Instrucional

figura 01

Quem nunca precisou, pelo menos uma vez, ler as instruções do miojo para descobrir como fazer e qual o tempo de espera? Pois é! Estas instruções nos rótulos dos produtos e nos manuais caracterizam o Design Instrucional.

O designer instrucional é um profissional responsável por soluções de caráter educacional (de aprendizagem de tarefas) com intuito de proporcionar a compreensão do observador. As principais atividades desempenhadas envolvem as seguintes funções:

  • Planejamento do procedimento;
  • Desenvolvimento das ações;
  • Aplicação de métodos e técnicas;
  • Promover a partir de princípios de aprendizagem e instrução a aprendizagem humana.

Esta área do Design é uma atividade intencional, sistemática e planejada que envolve, basicamente, 5 etapas:

  • Análise das necessidades;
  • Projetar a solução;
  • Desenvolver a solução;
  • Implantar a solução;
  • Avaliar a solução

Fases do Design Instrucional

figura_clichê

Ele (o design instrucional) se dedica a produzir o conhecimento sobre os princípios e os métodos de instrução adequados a diferentes tipos de aprendizagem.

O desenvolvimento adequado de materiais instrucionais acarreta na facilidade de acesso ao conteúdo representado. Através de uma organização e disposição apropriada das informações a instrução poderá reduzir a carga cognitiva demandada e moldar o comportamento e as decisões do observador diante do que se é apresentado (POTTES & SPINILLO, 2011).

É importante destacar que é necessário ter extrema atenção na criação de uma instrução visual, levando em consideração o grau de dificuldade da tarefa e o risco que o usuário pode correr na realização dela. Isto porque, algumas instruções podem causar danos aos produtos e ocasionar erros de execução, podendo comprometer o bem estar do usuário. Um exemplo disso é a manipulação equivocada de um extintor de incêndio, que pode fazer com o que o observador se machuque ou se queime caso não perceba as mensagens corretamente.

Instrução visual de extintor de incêndio

figura 03

figura 03a

Na hora de projetar, é importante ter em mente que os observadores entendem mais quando:

  • Os textos estão próximos às imagens (ligando uma informação à outra ou reforçando a mensagem com redundância);
  • Evitam-se palavras e figuras estranhas e que não condizem com a realidade dos observadores;
  • Os exemplos e a linguagem são precisamente direcionados de forma assertiva e direta;
  • Apresenta-se a mesma estrutura e vocabulário, sendo uma em complemento da outra;
  • Enfatizam-se ações ou elementos específicos de acordo com sua relevância – hierarquia informacional;
  • Mostram-se mais informações de procedimentos e instruções do que conceitos;
  • Mantêm-se sequências de procedimentos sistematizados e curtos, mantendo o usuário atento em todas as etapas do processo.

Design Instrucional – Aplicação em “Modo de Preparo”

figura 04a

figura 04

O Design Instrucional mais comum utilizado no âmbito de projetos é o Pictórico, no qual utilizamos figuras, desenhos e/ou imagens para ilustrar e indicar uma atividade específica. Um exemplo disso é um manual para montagem de produtos. Outras situações que exigem sequências instrucionais são em embalagens com receitas/indicações de uso e dispositivos de manuseio diferenciado. Aviões, ônibus, trens e outros veículos também se utilizam do design instrucional para indicar saídas de emergência e procedimentos em caso de acidentes.

A Representação de instruções pictóricas através de ilustrações sequenciadas é denominada de SPP – Sequências Pictóricas de Procedimentos.

As sequências pictóricas de procedimentos (SPP) são representações de uma determinada tarefa que tem como objetivo originar a compreensão de mensagens através de elementos pictográficos, auxiliando no rápido processamento da informação.

Design Instrucional de Emergência – em voos

figura 05

figura 06

figura 07

Outro formato de apresentação de SPP é o “passo a passo”, bastante utilizado por nós designers para explicar atividades mais complexas ou que os usuários não estejam aptos a realizar sem instrução. São encontrados geralmente em manuais de instruções e montagem de produtos ou em equipamentos de difícil manuseio.

Sequências Pictóricas de Procedimentos – Passo a passo

figura 08

 

figura 09

Referências

Maia Amanda

Maia Amanda

Atualmente trabalha na Vitao Alimentos como responsável pelo setor de Design e Marketing. Mestre em Design da Informação (UFPR/2013) e formada em Design Visual (ESPM/2010). Intercambista em Lisboa e nos EUA. Em suas experiências,descobriu a paixão pelo estudo da informação e do design aplicado ao transporte público. Mobiliário Urbano, Representação de Mapas, Design Inclusivo, Daltonismo e Estudo da Cor também foram paixões descobertas. Além disso, ama fotografia, cores, viagens, design, grêmio, embalagem e música.

Conteúdo relacionado

Comentários