Praça Cantão, Favela Paiting Project: fazendo uso de arte e beleza afim de chamar a atenção da mídia para a situação dos moradores de favelas cariocas.

Design e Responsabilidade Social

Por Sany Alice

Pense rápido em três objetos conceituados em termos de design. Pensou? Agora pensa aí no custo médio de cada um deles, nas funções  que desempenham e a que público se destinam.

Esse pequeno exercício atenta ao fato de que grande parte – se não a maioria – da produção de design pelo mundo é destinada a camadas mais altas da sociedade que correspondem à pequena parcela de 10% da população mundial.

Dentro desse contexto surgiu, por volta das décadas de 60 e 70, o movimento Design With the Other 90%, composto por profissionais que acreditam que o design é capaz de combater a pobreza – transformando realidades e até salvando vidas de nada menos que os outros 90% de indivíduos no mundo – e provam essa crença com projetos inovadores que trouxeram melhorias para diversas comunidades ao redor do mundo.

Praça Cantão, Favela Paiting Project: fazendo uso de arte e beleza afim de chamar a atenção da mídia para a situação dos moradores de favelas cariocas.

ISSB (Interlocking Stabilized Soil Blocks): tijolos sustentáveis que suprem a enorme demanda e contribuem para a diminuição da erosão do solo e do desmatamento na Uganda.

Acontece nesse ano em Nova York a segunda edição (a primeira foi organizada em 2007) da exposição que apresenta projetos dessa natureza, Design With the Other 90%: Cities. O tema desse ano abrange soluções de planejamento urbano de baixo custo e muitas vezes bastante simples, que de alguma forma trouxeram maior qualidade de vida e moradia para comunidades marginalizadas.

O filtro SONO é capaz de remover da água o arsênico - entre outras toxinas -, que abunda nos solos de Bangladesh envenenando milhões de pessoas.

Digital Drum: construído com tambores de metal e com abastecimento à base de energia solar, intenta diminuir a exclusão digital, levando informação à população da Uganda.

Cristal de Luz: a produção é feita por moradoras da Rocinha na cooperativa COOPA-ROCA, que é exemplo da possibilidade de empreendimentos bem sucedidos em comunidades de baixa renda.

Na página do movimento estão disponíveis maiores informações sobre estes projetos, entre vários outros, não menos incríveis apesar de sua simplicidade. Para conhecer melhor, é só acessar: designother90.org

A exposição deve seguir viagem internacional a partir de Fevereiro de 2012. Resta esperar que o Brasil – que é palco para alguns exemplos que estão sendo exibidos –  figure também no itinerário que, por hora, permanece desconhecido.

Sany Alice

Sany Alice

Sany Alice cursa o 8º período de Design na UTFPR. Gosta de Cazuza, sorvete e de coisas bonitas, seja lá o que isso signifique.

Conteúdo relacionado

Comentários